foto_perfil

Mariana Guimarães, fio a fio

 

Mariana Guimarães vive e trabalha no Rio de Janeiro. Artista ,pesquisadora e professora de artes visuais. Investiga o fio como linguagem e fenômeno na arte contemporânea em diálogo com práticas ancestrais de tessitura e seus inúmeros desdobramentos estéticos, éticos e sociais, em intersecção com a casa e a mulher.

Doutoranda em artes visuais no PPGAV UFRJ, é mestre em artes e design pela PUC-Rio, e uma licenciatura em artes plásticas pela Faculdade de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro.É atualmente docente do setor de artes visuais do CAp UFRJ. Participa de exposições e pesquisas no Brasil e exterior. Organiza residências para artistas e pesquisadores que tem como foco a pesquisa do fio.

2018
#8 Simpósio Internacional Hiperorgânico – Ancestrofuturismo. Curadoria Guto Nóbrega, Malu Fragoso e Fabi Borges -
Museu do Amanhã – Rio de Janeiro. RJ.

2017
II Autoresidência Vigiai e Bordai. Dos Sentidos – Serrinha do Alambari – Resende. RJ.
Ativação dos Sentidos do Fio – Galeria Oriente – Rio de Janeiro. RJ.
Exposição Coletiva: Entre Conversas. Curadoria Marcelo Campos, Brígida Baltar e Ana Miguel – Espaço Cultural Sérgio Porto – Rio de Janeiro. RJ.
Exposição Coletiva: . Fio Corpo Terra. Acompanhamento curatorial Catarina Duncan – Saracura – Rio de Janeiro. RJ.
Mostra SOMA. Curadora Carolina Amorim – Fábrica da Bhering – Rio de Janeiro. RJ.

2016
Exposição individual: Como habitar abismos – Castelinho do Flamengo – Rio de Janeiro. RJ.
Exposição coletiva: Lastro em Campo: percursos ancestrais e cotidianos – Sesc Consolação – São Paulo. SP
III Bienal Internacional de arte têxtil contemporânea – participou com artista selecionada para o slow talk – Guimarães. Portugal.
Exposição Coletiva: As vezes é melhor fazer uma sopa – SARACURA – Rio de Janeiro. RJ.
Exposição Coletiva:  Somos todos Clarice – Galeria do Lago – Museu da República – Rio de Janeiro. RJ.

2015
Exposição Coletiva: III Bienal de Arte do Sertão – Juazeiro. BA.